Aula Aberta Will Lab: How to make an outline

O WILL Lab (Writing, Innovation, Learning & Language Laboratory) propõe aos alunos da Universidade de Lisboa a participação numa curta sessão sobre a elaboração de outlines, a realizar-se no dia 30 de setembro, segunda-feira, das 12h às 13h, na sala 3.1. Sendo o outline uma ferramenta fundamental de organização das ideias de um texto, esta iniciativa procura fornecer aos seus participantes conhecimentos práticos facilitadores da fase inicial do processo de escrita de ensaios académicos, assim como uma noção aprofundada do conteúdo de cada uma das suas secções estruturantes.

 

Contactos: WillLab_UL@letras.ulisboa.pt || https://www.facebook.com/willlabflul/

Representations of Home Open Seminar: “Phulsiri – Exibição do filme e conversa com o realizador Ngima Gelu Lama”


Biografia de Ngima Gelu Lama:

Ngima Gelu Lama (n. 1993) é um diretor de fotografia que se tornou realizador. Lama começou como diretor de fotografia da curta-metragem Retro V em 2011, que venceu uma competição nacional de curtas-metragens. Mais tarde, realizou documentários. A sua última longa-metragem como diretor de fotografia foi Serdhak The Golden Hill, que estreou no Festival Mundial de Cinema de Montreal em 2015. A sua curta-metragem de estreia Phulsiri, que Lama escreveu, editou, produziu e dirigiu, ganhou o Prémio de Melhor Filme Infantil no Nepal e foi exibido em festivais de cinema nos EUA, Índia, Coreia do Sul, Nova Zelândia e Rússia. Atualmente, frequenta o mestrado em direção cinematográfica, apoiado por uma bolsa Erasmus + no KinoEyes. O programa de mestrado em filmes europeus está a decorrer em Lisboa, Edimburgo e Tallinn. Last Days, o seu segundo filme, é o seu primeiro documentário, atualmente em fase de pós-produção.

Workshop sobre a Arte da Reflexão e da Narrativa, com a Prof. Katherine Hall

Neste workshop, que terá duas partes, discutirei primeiro o papel do uso de técnicas narrativas para o ajudar a cuidar de si próprio como médico (seja estudante ou profissional de saúde). Usaremos juntos algumas técnicas reflexivas de registo em diário que ajudam a identificar problemas, esclarecê-los e orientar os médicos em busca de soluções.

Na segunda parte deste workshop, pedirei que pense em metáforas que definem a sua identidade como estudante de medicina ou médico. Falaremos sobre porquê e como a escolha dessas metáforas influencia o nosso comportamento e atitude. Também discutiremos metáforas usadas para descrever pacientes e metáforas usadas pelos pacientes para descrever a si mesmos, bem como a importância delas. É alimento para pensamento (uma metáfora!), como dizem os ingleses (e os neozelandeses), e possivelmente um tópico para registar no futuro?

 

A sessão decorrerá em inglês

Entrada Livre, mas limitada a 20 vagas.

Para se inscrever, por favor contactar: medhum.ulisboa@gmail.com

Palestra “Ancient Medical History: Why Study it if You Are a Doctor?”

Estudar medicina é algo exaustivo. Há tanta ciência para aprender que os estudantes de medicina podem perguntar-se para quê estudar artes e humanidades. Irei basear-me na minha experiência profissional e pessoal para defender não apenas porque um estudante de medicina se deve preocupar com as humanidades, mas também a razão pela qual ele deve considerá-las centrais na sua aprendizagem, para seu próprio benefício e dos seus futuros pacientes. Grande parte da minha discussão será centrada na minha paixão pessoal – história médica antiga -, mas também ilustrarei a minha palestra com exemplos de outras humanidades e artes, incluindo alguns especificamente da minha terra natal, a Nova Zelândia.

 

Representations of Home Open Seminar: “Music and the Movies: The soundtrack of American film”

A música é um dos aspectos com maior carga emocional e menos compreendidos do cinema. Embora muitas pessoas não tenham consciência disso enquanto vêem um filme, as bandas sonoras movem-nos e manipulam-nos, muitas vezes dando pistas para entender o que vemos e, mais frequentemente, para o que não vemos.

Este seminário é um estudo das obras de grandes compositores de bandas sonoras de filmes da Eura Dourada americana dos anos 30 até à contemporaneidade. Serão analisados compositores de bandas sonoras como Max Steiner (Gone with the Wind, 1939) Bernard Herrmann (Psycho, 1960), e o mais contemporâneo John Williams (Harry Potter 2001-2004, Star Wars 1977-2017), juntamente com muitos outros.

Examinaremos e desenvolveremos um vocabulário e técnicas para analisar praticamente qualquer banda sonora. Além disso, investigaremos porquê e como a música funciona como uma poderosa ferramenta emocional e contadora de histórias nesses filmes, assim como descobriremos até que ponto os compositores de filmes se apoiaram em tradições sinfónicas e operáticas dos estilos musicais europeus do século XIX na criação de bandas sonoras americanas. Após este seminário, os alunos nunca “ouvirão” filmes da mesma maneira.

Concerto “Chopin meets The Beatles”, com a pianista Pamela Howland

PAMELA HOWLAND é uma talentosa pianista americana, uma Steinway Artist e bolseira Fulbright de 2017-2018 na Polónia. Enquanto professora Howland ocupou vários cargos no corpo docente universitário (história do piano e da música) em Nova York (Monroe Community College), no Minnesota (Winona State University), na Carolina do Norte (UNC School of Arts, Salem College, UNC- Greensboro), e em Wake Forest University, onde teve uma nomeação como professora auxiliar de música durante vários anos, tanto regularmente como enquanto adjunta, antes de sair em 2014 para procurar oportunidades de apresentações internacionais e novos projetos criativos.

Os dezessete CDs de Howland refletem o seu gosto ecléticos, desde a música clássica a solo às músicas de Natal, do Spiritual afro-americano à combinação de poesia francesa e música – e agora inclui os seus arranjos dos Beatles. Além disso, tem cerca de 300.000 ouvintes por mês no Spotify, e sua versão da “Farewell Waltz” de Chopin tem mais de 10 milhões de ouvintes até ao momento.

O concerto irá ter lugar no dia 2 de outubro, das 14h às 16h, no Anfiteatro I  da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.